sexta-feira, 17 de julho de 2009

Objetivo alcançado!

O PRÉ-SAL É NOSSO! Na manhã de hoje, na Câmara de vereadores do Paulista, realizamos plenária, para discutirmos sobre a importância do pré-sal para o Brasil. A população participou interessada em saber detalhes do movimento. Houve coleta de assinaturas para que seja aprovado projeto de lei de iniciativa popular, pelo controle estatal e social do petróleo. Estiveram presentes representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Federação Única dos Petroleiros (FUP), lideranças comunitárias, representantes sindicais, movimentos estudantis, parlamentares e o Deputado Federal, Fernando Ferro, expositor na plenária. Ferro foi didático em destacar os avanços já conquistados pela Petrobrás nos últimos anos, a emergente necessidade de uma nova lei que regulamente a extração de petróleo no Brasil, para garantir nossa soberania sobre um tão importante recurso natural.
Precisamos espalhar essa idéia e fortalecer o movimento, pois com a mudança da legislação teremos os recursos da extração do petróleo e gás, para serem utilizados principalmente na saúde e educação de nosso país.

Da esquerda para a direita:Luiz Lourenzon (Diretor da CUT), Vereador Fábio Barros e o Deputado Federal Fernando Ferro.

Fernando Ferro expondo a importância do pré-sal.

Coleta de assinaturas dos presentes para o abaixo assinado.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Vereadores de Paulista apoiam o movimento: O pré-sal é nosso!


Da esquerda para a direita os Vereadores: Wellington Babu (PSL), Junior da Locadora (PTdoB), Edmilson do Pagode (PTN), Fábio Barros (PT), Fabiano Paz (PMN), Denis (PT) e Josemir Célio - Mimi (PSL)

Na sessão Ordinária, na Câmara de vereadores do Paulista, na tarde de hoje, dia 16 de julho, durante o grande expediente, levei para todos os presentes alguns esclarecimentos sobre a importância do pré-sal para o Brasil. Sensibilizados, os oito vereadores presentes na plenária, aderiram à campanha e assinaram o abaixo assinado para a nova Lei de Iniciativa Popular. Vereadores Wellington Babu (PSL), Fabiano Paz (PMN), Dennis (PT), Edmilson do Pagode (PTN), Junior da Locadora (PT do B), Josemir Célio (PSL), Valmir do Nobre (PSB) e Fábio Barros (PT).

Dois grandes eventos em Paulista!

Olá a todos!

Hoje, quero convidá-los para dois eventos distintos, mas de suma importância!

O PRÉ-SAL É NOSSO!

O primeiro é uma Plenária, a se realizar na Câmara de vereadores do Paulista, amanhã, dia 17 de julho, a partir das 09 horas da manhã, referente à importância do petróleo descoberto pela Petrobrás (pré-sal), a oito mil metros de profundidade, em mar brasileiro.Se nós nos unirmos,através de uma nova lei de iniciativa popular, poderemos garantir que os recursos da extração de petróleo e gás no Brasil, possam ser repassados para a Educação.
Teremos na plenária, coleta de assinaturas para abaixo assinado, para a Lei de Iniciativa Popular. Estarão presentes representantes da CUT, FUP e o Deputado Federal Fernando Ferro (PT).


SEGURANÇA PÚBLICA SERÁ DEBATIDA EM PAULISTA!

O segundo evento é a Primeira Conferência Livre de Segurança Pública, da cidade do Paulista. O que é uma Conferência Livre? É um instrumento de participação que amplia e estimula a construção de espaços de discussão e debate, onde os diversos setores da sociedade brasileira podem expressar, debater e aprofundar a discussão, contribuindo para a formulação das diretrizes de uma nova política nacional de segurança pública.



O objetivo da realização dessa Conferência é levar o município do Paulista a participar da “Primeira Conferência Nacional de Segurança Pública”, Conseg, que acontecerá em Brasília-DF, de 27 a 30 de agosto. Será uma importante participação para o município, pelo envio de proposições diretamente à etapa nacional e, sobretudo, pela necessidade de ampliar a discussão sobre o tema “Segurança Pública na Cidade do Paulista”.

EXPOSITORES DA CONFERÊNCIA:

Clóvis Nunes – Coordenador nacional do Movpaz (Movimento Internacional pela Paz e não Violência)
Tema: “Política Nacional do Desarmamento, Prevenção Social dos Crimes e a Construção da Cultura de Paz”.

Geová Barros – Major da Polícia Militar
Tema: “A Responsabilidade individual na Construção da Paz Social”

Fábio Barros – Vereador e Primeiro Secretário da Câmara do Paulista.
Tema: “Projetos Sociais e a Garantia de Direitos como Medida de Prevenção da Criminalidade e Redução da Violência”


DEBATEDORES:

Acácio de Carvalho – Secretário Executivo da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Pernambuco.

Roberto Lemos – Professor da Faculdade Integrada de Pernambuco – Facipe, Advogado e Criminalista.

Teremos ainda a parceria do NUSP, Núcleo de Saúde Pública da UFPE, que enviará uma equipe de facilitadoras, para o desenvolvimento de atividades nas oficinas.

A Primeira Conferência Livre do Paulista é um trabalho conjunto dos vereadores Edmilson do Pagode e Fábio Barros e será realizada na Faculdade Joaquim Nabuco de Paulista, no dia 21 de julho, terça-feira, das 13:30 às 18 horas.
A sua participação é muito importante!

Um grande abraço!

Pessoal, importantíssima decisão, para a saúde mental dos nossos filhos!


Na Quarta-feira, 15 de Julho de 2009,
Comissão da Câmara aprova projeto que prevê perda da guarda para pai ou mãe que incitar filho a odiar o outro


A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou por unanimidade, o Projeto de Lei 4053/08, do deputado federal Regis de Oliveira (PSC-SP), que regulamenta a síndrome da alienação parental (caracterizada quando o pai ou mãe, após a separação, leva o filho a odiar o outro) e estabelece diversas punições para essa má conduta, que vão de advertência e multa até a perda da guarda da criança. O projeto foi aprovado com o parecer do relator, Acélio Casagrande, que prevê, além da perda da guarda, a prisão, de até dois anos, para o autor da alienação parental em crianças e adolescentes.

Com a lei, pais e mães que mentem, caluniam e tramam com o objetivo de afastar o filho do ex-parceiro serão penalizados. “Até agora não existia legislação para amparar as vítimas de alienação parental. Acredito que, com o projeto em vigor, quem programar o filho para odiar o outro ficará constrangido e acuado”, avalia o autor do projeto.

Para o deputado, a aprovação por unanimidade de seu projeto, que contou com a votação de 37 deputados, é um avanço para a sociedade. "A Lei será uma proteção para os filhos dos casais cuja relação se tornou odiosa. Com a Lei, os ex-cônjuges terão mais cuidado para não usar as crianças e adolescentes como instrumento desse ódio, que gera danos psicológicos e materiais para os filhos e também para o ex-parceiro ou parceira vítima da alienação".

Fonte: http://cidadaniaresponsavel903.blogspot.com/