terça-feira, 25 de agosto de 2009

Regularização do Conjunto Antonio Maria

Dia 24, segunda-feira, nos reunimos com a comunidade do Conjunto Habitacional Antonio Maria, em Audiência Pública, realizada na Igreja de Santo Expedito, na Alameda Paulista. O objetivo da Audiência foi tentar através das autoridades competentes a Regularização Fundiária do terreno do Conjunto. Mesmo com muita chuva os comunitários não faltaram. A igreja ficou cheia de pessoas que traziam no semblante a esperança de ver solucionado esse problema que se arrasta sem solução positiva para todos. Estavam presentes os representantes da Cehab, Thiago Mendonça e Otávio Calombi, além de representantes dos movimentos sociais como Gian Carlos, Movimento Luta e Resistência pelo Teto, MLRT. Otávio Calombi, da Cehab, explicou à população que a Cehab aguarda do município de Paulista a documentação correta, toda a papelada do terreno para com a documentação em ordem a Cehab receber a doação dos terrenos.

O companheiro do MLT, Sérgio Capoeira, falou da sua preocupação com a situação dos moradores do Conjunto. Gian Carlos, que nos procurou em nome da comunidade do Antonio Maria, solicitando a Audiência Pública, falou da importância de ter conseguido unificar os movimentos sociais e a comunidade presente em busca da resolução do problema. “ Precisamos sair daqui hoje com a certeza da próxima etapa que vamos seguir. Que no final desse ano ainda, nós possamos obter a data certa em que vamos receber as nossa casas e quanto vamos pagar por mês, apesar de achar que não devíamos pagar nada, pela história de luta da comunidade. 8 anos se passaram. Até quando vamos esperar?”
O representante da secretaria de assuntos jurídicos da Prefeitura do Paulista não compareceu e por isso, as informações referentes ao conjunto Antonio Maria, não nos foram dadas. Como encaminhamento ficamos de nos reunir nos próximos 15 dias, com o procurador geral do município e o o secretário de Assuntos Jurídicos, o Sr Flávio Regis, para juntarmos as informações e em outro momento, em plenária e por escrito informarmos à população a verdadeira situação jurídica do Conjunto Habitacional Antonio Maria.

Nova vara da Infância e Juventude em Paulista!

Em sessão solene no Forum da Cidade do Paulista, foi instalada hoje, dia 25, a Vara da Criança e do Adolescente no Município. Estiveram presentes o Presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Desembargador, Jones Figueiredo, O Prefeito de Paulista, Yves Ribeiro, o Diretor do Fórum de Paulista, Otoniel Ferreira dos Santos, a Juíza de Direito Andréa Duarte e representando o Ministério Público, a Promotora Daniela Brasileiro, além de alguns vereadores e munícipes.

Um município com 307 mil habitantes há muito exigia uma vara da infância e juventude pois como prioridade absoluta, crianças e adolescentes precisam também da justiça, atendimento especializado. Quando atuei como Conselheiro Tutelar em Paulista, já lutávamos por essa vara. Precisamos avançar ainda mais e garantir outros direitos às crianças e adolescentes do nosso município, a exemplo, delas serem quando vítimas, ouvidas separadamente do suposto agressor, coisa que ainda hoje na maioria dos foruns, não acontece.

Texto do Jornal do Commercio sobre candidato do CEU.

Ala de João Paulo lança Ferro na disputa do PT Publicado em 25.08.2009


Sem o consenso, eleição do partido terá cinco candidatos a presidente e um total de oito chapas. Grupo do ex-prefeito confirma Ferro para o confronto com Jorge Perez, da ala de Humberto Costa

O Campo de Esquerda Unificado (CEU), grupo político que tem o ex-prefeito João Paulo como líder no Estado, lançou ontem o deputado federal Fernando Ferro como candidato à presidência do PT pernambucano. O local e data de divulgação foram estratégicos – na sede do partido e no último dia para inscrição das chapas. A ideia era reforçar a busca que o grupo assegura ter feito pela “unidade” no lançamento de uma “candidatura de consenso” entre as diversas correntes da legenda.
A proposta do “consenso” estava presente no discurso de todos os representantes do CEU escolhidos para o anúncio: do próprio Ferro, como no de João Paulo, do prefeito João da Costa, da presidente municipal do PT, Karla Menezes, e do deputado federal Fernando Nascimento. Como parte desse “esforço”, o grupo alega que lançou um “nome de consenso” anteriormente, o de João Paulo, para construir conjuntamente uma candidatura única dentro do Processo de Eleições Diretas (PED).

A medida, porém, gerou reação negativa da corrente adversária liderada por Humberto Costa, a Construindo um Novo Brasil (CNB). O grupo, que há 14 anos controla a presidência do PT estadual, criticou a forma como o CEU lançou a candidatura de João Paulo, primeiro publicamente. O nome do ex-prefeito foi retirado, mas até os últimos dias o CEU afirmava que ainda haveria tempo para esse debate. Por sua vez, a CNB lançou a candidatura à reeleição de Jorge Perez em encontro no dia 8 deste mês.

A divulgação do nome de Fernando Ferro, bem como a inscrição de cinco candidatos à presidência do PT no Estado, confirmaram o que estava praticamente evidente: a unidade não prosperou. Os dois candidatos dos dois maiores grupos do PT, porém, afirmam agora que trabalharão para manter uma disputa de alto nível. Falam também na importância do fortalecimento do PT e da união dentro do partido em torno do projeto de eleição à Presidência da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e de reeleição do governador Eduardo Campos (PSB).

“Esperávamos que hoje estivéssemos vivendo um momento diferente do PT, em que pudéssemos consolidar a unidade partidária. Isso não foi possível, não por nossa causa nem por nosso esforço. Fizemos o que pudemos”, ressaltou João Paulo no lançamento. O ex-prefeito explica que Ferro foi escolhido por ser uma liderança estadual, fundador do partido, ter articulação em todo o Estado e reunir as condições de diálogo. João Paulo conta que a decisão foi tomada na última sexta-feira. Outros nomes cotados eram o do ex-presidente do PT, Oscar Barreto, e dos vereadores Múcio Magalhães (Recife) e Fábio Barros (Paulista). O CEU deverá se reunir durante a semana para debater estratégia de campanha.

Em seu discurso, Ferro informou que procurará Jorge Perez para que seja feita uma disputa de alto nível, “sem uso da máquina, nem tentativas de burlar as eleições”. Uma menção ao último PED, em 2007, quando a Executiva Nacional precisou definir o resultado. “Não vemos nossos companheiros da disputa do PT como inimigos. São adversários circunstanciais. Ganhando a eleição, vamos chamá-los para compor o projeto que o PT precisa”.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O CEU apresenta Ferro!

No dia 24, na sede estadual do PT, foi realizado ato político com a presença da imprensa, para o lançamento da candidatura do Companheiro, Deputado Estadual Fernando Ferro para presidente do PT estadual. Com a presença do secretário de articulação regional, João Paulo, do prefeito do Recife, João da Costa, do Deputado Federal Fernando Nascimento, Karla Menezes, secretária de Asssistência Social do Recife e Presidente do PT na Capital.

João Paulo foi o primeiro a falar. Lembrou que não foi possível a unidade, que fez tudo o que pode nesse sentido e que o compromisso do Partido era manter a linha ética, onde prevalece a solidariedade aos princípios socialistas. Afirmou o objetivo maior que é eleger Dilma Roussef e reeleger o governador Eduardo Campos. “‘Convocamos essa figura extraordinária, que já foi nosso presidente por 3 vezes. Fernando Ferro é ligado às lutas históricas no combate à ditadura e tem um brilhante desempenho como Deputado Federal”.

O Deputado Fernando Nascimento falou da importância da unidade que é essencial e que esquecer as diferenças é fundamental para fazer as reformas que a sociedade espera de nós.

Karla Menezes lembrou que o PT é um dos maiores Partidos da América Latina, principalmente pela democracia interna. Comentou o esforço de João Paulo em promover a união do Partido numa candidatura única. “O PT é maior do que as divergências internas apontam”.

O prefeito do Recife, João da Costa, lembrou o desafio das velhas batalhas para mudar o PT de Pernambuco e que Ferro teve um papel importantíssimo, colaborando na ampliação do PT, uma das grandes forças de esquerda de Pernambuco. “Ter na condução do Partido, representação, força política e a capacidade de diálogo de Ferro é fundamental para buscar a consolidação de espaços políticos para que o PT continue forte, representando os interesses da população”.

O companheiro Fernando Ferro falou da sua emoção por estar vivenciando aquele momento. Citou nomes cotados para a disputa, como Oscar Barreto e o vereador Fábio Barros e afirmou que a riqueza do PT é a sua pluralidade, expressa nos debates internos. Afirmou que o PT trouxe o debate para os diversos segmentos sociais que mobilizam a idéia de luta do Partido. “Reconheço que estamos diante de um grande desafio. São momentos de tensão que tem quer ser compreendidos como necessários. Precisamos avançar com esse projeto político do PT. O presidente LULA é orgulho. Fruto dessa construção coletiva. Mas não existiria LULA se não existisse o PT. Estamos diante de uma tarefa política que quero dividir com todas as correntes que estão nos apoiando. Entre erros e acertos, prevalecem os acertos. O PT não está morto, não está falido. Estamos mais vivos do que nunca! Somos uma construção social. E aos companheiros que disputam conosco, vamos debater, participar dessa disputa com o respeito que o Partido merece.”

domingo, 23 de agosto de 2009

Casa Herbert de Souza: mais justiça e paz para o Tururu!

Sexta, dia 21 de Agosto, aconteceu no Clube da Caixa, do Janga, Show Beneficente para a Casa de Amparo Social Herbert de Souza, coordenada pelos queridos Carlos e Bartolomeu. A casa Herbert de Souza é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), sem fins lucrativos, que trabalha com crianças, adolescentes, jovens e familiares que vivem em situação de vulnerabilidade social e risco na comunidade do Tururu. O evento foi um sucesso e contou com o apoio da comunidade do tururu, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e suas Pastorais, de parceiros como o Colégio Marista, a Escola Virgem Imaculada e o Clube da Caixa, que cedeu o espaço gratuitamente. Na abertura, as palavras emocionadas do nosso amigo Carlos e em seguida tivemos a belíssima apresentação do Grupo de Dança Popular e Percussão “Nação Betinho”, formados pelas crianças e adolescentes que são atendidos na Casa Herbert de Souza.

Achei muito bom, principalmente para que todos pudessem observar o trabalho sério realizado naquela Instituição. Eles apresentaram dança Afro, Africana, Coco, Maracatu e Ciranda. Depois o show ficou por conta de Mozart e banda, Zuza Miranda e Thaís e a cantora Nádia Maia encerrou a festa com forró da melhor qualidade.

A Casa Herbert de Souza está de parabéns pela iniciativa, pela equipe, que trabalha com amor e eficiência e de parabéns também, todos que estiveram presentes, por estarem colaborando com um projeto sério, que tem como principal foco, a Educação, a Saúde, a Arte e a Cultura.


Um grande abraço!