quarta-feira, 9 de setembro de 2009

ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA III

Sete de Setembro, segunda-feira, feriado. Para nós e os moradores das Ruas Palmerina, Humberto Pimentel Costa e adjacências, foi o dia de nos reunirmos para discutirmos os novos encaminhamentos, a partir da visita do secretário de Infra estrutura, Abdias Silva. Todos colocaram que precisamos continuar lutando para conseguirmos o calçamento da Rua Palmerina e combinamos nova visita ao secretário de Obras, Laércio José, para cobrarmos um paliativo “melhor” para a Rua citada. A máquina da prefeitura só passou em um pequeno trecho da Rua. Não foi colocado nem barro, areia ou metralha como foi prometido. Temos a certeza de que seremos recebidos pelo secretário Laércio e certamente ele tomará as medidas necessárias para solucionar esse problema. Na reunião, trataremos também, da questão da iluminação precária nestas Ruas. Foi uma reunião proveitosa, com a presença dos moradores interessados em melhorar a sua comunidade. O povo quando se organiza consegue vitórias históricas e para nós é sempre um grande prazer fazer parte dessa luta.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Grito dos Excluídos: cinco mil pessoas no Centro do Recife.

Ontem (07/09) estive presente no 15º desfile do Grito dos Excluídos, no Recife. A tranqüilidade marcou o encontro. Vários movimentos sociais participaram da marcha que saiu, pontualmente, às 10h da Praça Oswaldo Cruz, no bairro da Soledade, no Centro, e seguiu em caminhada pela Avenida Conde da Boa Vista em direção à Avenida Guararapes. A manifestação contou com a presença do novo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido.
Dom Fernando Saburido destacou que o pastor deve sempre estar perto das ovelhas, por isso estava ali, ao lado do povo. "O tema do Grito 'Vida em primeiro lugar: a força da transformação está na organização popular" é uma verdade absoluta. Só podemos deslumbrar dias melhores se nos unirmos como irmãos", afirmou. Dom Fernando também lembrou o saudoso dom Helder Câmara. "Dom Helder dizia que não podemos desanimar, devemos manter a esperança. As transformações se consolidam pela força do povo."
A participação popular foi de aproximadamente, cinco mil pessoas, porém não podemos deixar de valorizar a resistência daqueles que não deixam esquecer que muitos ainda no Brasil estão excluídos, principalmente os que não possuem os direitos básicos.

Vereadores Fábio Barros, Josenildo (PT /Recife) e o Arcebispo de Olinda e
Recife Dom Fernando Saburido.

Crianças da Casa Herbert de Souza (Tururu / Janga) no Grito dos Excluídos. Educação para a cidadania começa cedo.

Veredores Marcelo Santa Cruz (PT/Olinda), Fábio Barros (PT/Paulista) e Jaime Amorin, liderança nacional do MST.