segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Fábio Barros é mediador na sala de entrevistas do 7º Simespe


Diversas questões foram respondidas pelos palestrantes
Nos últimos três dias, entre 24 e 26 de agosto, o conferencista espírita Fábio Barros participou de um dos mais importantes eventos do calendário espírita, o Simpósio de Estudos e Práticas Espíritas de Pernambuco – Simespe. O grande encontro, que teve como tema central “Viver Jesus: A única alternativa! Já não vos digo amanhã; o evangelho nos conclama: agora!”, aconteceu no Teatro Guararapes e com transmissão simultânea para o público que lotou o Teatro Tabocas, ambos no Centro de Convenções, em Olinda. Na abertura, ao lado dos coordenadores do evento, Lúcia Paula Costa e Mário Jorge Carvalho, o Simespe também recebeu o prefeito da cidade do Recife, João da Costa; a presidente da Creche Escola Jesus de Nazaré, Tarcila Fischer; diretor da editora EBM, Miguel Sardano; os cantores pernambucanos, Nando Cordel, Silvério Pessoa e Valda Sedícias.

Prefeito João da Costa participa da abertura do 7º Simespe

O 7º Simespe contou com a participação dos palestrantes Divaldo Franco, Alberto Almeida, Simão Pedro, Juselma Coelho, Haroldo Dutra Dias, Silvério Pessoa e Frederico Menezes. Durante o sábado (25/08), Fábio Barros participou da mediação da sala de entrevistas com os conferencistas Alberto Almeida, Juselma Coelho, Simão Pedro e Haroldo Dutra Dias. As questões abordadas, desde o tema central até conflitos existenciais, foram enviadas pelo público aos palestrantes. Proteção aos animais e a visão espírita a respeito do homossexualismo estiveram entre os temas abordados. Os momentos de arte ficaram por conta das histórias e músicas com mensagens de paz, de Nando Cordel; ao som dos teclados de Sibélius Donato, que ao lado de três lindas e saltitantes bailarinas fez uma brilhante apresentação; da bela voz de Valda Sedícias; o voz e violão sereno de Rui Marques; a poesia contagiante de Edgar Diniz e a desenvoltura de Silvério Pessoa junto com a criançada do Simespinho, que entoaram a música “Quem quer ver Deus”.